A melhor forma de perder gordura abdominal — COMPROVADO

Perder gordura abdominal importante porque, além de melhorar a imagem corporal, faz com que o acúmulo de gordura entre as vísceras diminua, o que diminui os riscos de doenças cardíacas. Nesse artigo, você verá a melhor forma de perder gordura abdominal.

melhor forma de perder gordura abdominal
Melhor forma de perder gordura abdominal

Melhor forma de perder gordura abdominal

Para auxiliar na perda de gordura abdominal, o método mais eficaz e seguro é auxiliar uma boa dieta — no caso, uma dieta com poucas gorduras e calorias — a exercícios localizados. Lembre-se que é interessante o auxílio de um nutricionista e de um profissional físico.

DIETA PARA PERDER GORDURA ABDOMINAL

A dieta tem que ser pobre em calorias, e por isso é muito bom incluir frutas cítricas na alimentação, como laranja e kiwi. Elas tem poucas calorias e são ricas em água. Alimentos como pão, massa e arroz não precisam sumir da dieta, mas devem ser consumidos na versão integral. Deve-se evitar alimentos como molho, sorvete, queijo amarelo, doces, bebidas alcoólicas e refrigerantes, fritura e bolo.

Para ajudar na dieta, é bom incluir alimentos como ovo e frango. Mas um nutricionista poderá auxiliar melhor o processo, afinal, a dieta de cada indivíduo deve se adequar às necessidades dele.

EXERCÍCIOS PARA PERDER GORDURA ABDOMINAL

Há três tipos de exercício para perder gordura abdominal, divididos em exercício superior, inferior e oblíquo.

Exercício para perder gordura abdominal superior:

Deitar no chão, de barriga para cima, com as pernas dobradas e levantar as costas, assim como na imagem. Fazer o máximo que conseguir e aumentar mais uma abdominal a cada dia.

Exercício para perder gordura abdominal inferior:

Deitar no chão, de barriga para cima, e levantar as pernas esticadas com uma bola média entre os pés ou próximo deles. Elevar as pernas do chão até a altura que mostra a imagem. Fazer durante um minuto, descansar por 10 seguros e fazer mais três séries dessa.

Exercício para perder gordura abdominal oblíquo:

Deitar no chão, de barriga para cima, com as mãos atrás da cabeça. Em seguida, dobrar as pernas, levantá-las do chão e puxar o joelho direito em direção ao peito, ao mesmo tempo que levanta as costas do chão e roda o tronco para tocar com o joelho esquerdo no cotovelo direito, e vice-versa.

Também é importante, além dos abdominais, fazer exercícios como natação ou caminhada, porque ajudam a perder a gordura do abdome. Então, lembre-se: dieta hipocalórica auxiliada a exercícios abdominais e 30 minutos de exercícios aeróbicos.

Saiba o que é Ovário Policístico e como tratar

A SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos) é um distúrbio que faz com que cistos sejam formados durante o período de ovulação, devido ao desequilíbrio hormonal. Mas não é só isso. É normal o aparecimento de cistos no período de ovulação, mas eles desaparecem na menstruação. No caso das mulheres que têm a Síndrome dos Ovários Policísticos, os cistos continuam e modificam a estrutura do ovário, tornando-o até três vezes mais largo. É calculado que 20% das mulheres em fase reprodutiva têm a síndrome.

Síndrome dos Ovários Policísticos
Síndrome dos Ovários Policísticos

Síndrome dos Ovários Policísticos

Não se sabe ao certo a causa da Síndrome dos Ovários Policísticos, mas parte dela é de origem genética, pois irmãs ou filhas de uma portadora do distúrbio têm 50% de chance de desenvolvê-la. A SOP se caracteriza pelo desequilíbrio hormonal, que pode ser causado pela produção de insulina em excesso. É o excesso de insulina que é apontado como causador.

Sintomas

* Ciclos irregulares;

* Menor frequência de ovulação;

* Dificuldade para engravidar.

As mulheres com a Síndrome dos Ovários Policísticos podem desenvolver vários tipos de doenças, como cardiovasculares, diabetes tipo 2 e obesidade. Além desses problemas, algumas mulheres têm um excesso de hormônios masculinos por causa do desequilíbrio hormonal, o que pode ter como sintomas:

* Cravos e espinhas e aumento da oleosidade;

* Aumento do peso;

* Queda dos cabelos;

* Manchas na pele;

* Crescimento anormal de pelos na região do baixo ventre, seios, queixo e buço.

Como tratar a síndrome

A Síndrome dos Ovários Policísticos pode ser controlada por meio de medicamentos. Eles vão varias de acordo com o quadro de sintomas da paciente e suas complicações. Podem ser usados anticoncepcionais hormonais como pílulas, anéis vaginais e implantes para proteger o ovário contra a formação de microcistos e para diminuir os níveis de hormônios masculinos e de insulina. As mulheres que desejam engravidar precisam usar, no primeiro momento de tratamento, anticoncepcionais hormonais para regularizar a menstruação.

Pode ser necessário também tomar alguns outros cuidados, como por exemplo uma boa alimentação e exercícios físicos para controlar o peso e um dermatologista para as questões relacionadas aos problemas de pele que a síndrome pode causar.