Dicas para empreendedores: como organizar as finanças pessoais

abrir empresa

A carreira de um empreendedor envolve diversas questões organizacionais e muito planejamento.

A primeira preocupação quando alguém decide abrir uma empresa costuma ser definir um bom plano de negócios.

Esse tipo de projeto faz toda a diferença para começar bem e caminhar rumo ao sucesso. No entanto, é preciso não deixar a parte das finanças pessoais de fora desse planejamento.

Afinal, todo começo é mais difícil e não controlar os gastos pessoais pode ser muito prejudicial para o avanço do seu negócio e para a lucratividade de sua empresa.

Continue a leitura e confira algumas dicas valiosas de como separar e organizar melhor suas finanças pessoais como um empreendedor!

Calcule seus gastos

Para organizar melhor todo o seu ganho, lucro e renda, é muito importante parar e calcular quanto tem sido os seus gastos mensais.

Essa conta precisa abordar cada item de forma particular, envolvendo todos os gastos da empresa e também os seus gastos pessoais.

Afinal, o rendimento do seu negócio precisará, além de pagar o próprio gasto, pagar as suas despesas pessoais.

Se a sua empresa não tem gerado uma receita suficiente para isso, é preciso traçar estratégias para diminuir os custos e aumentar a lucratividade do seu empreendimento.

Por isso é tão importante saber sempre como anda a relação entre ganhos e gastos dentro do seu negócio.

Uma empresa que gasta mais do que ganha e não faz um planejamento para mudar esse quadro, pode chegar a falir e adquirir muitas dívidas.

E com certeza, não é isso o que você sonhou quando decidiu ser o seu próprio chefe e finalmente abrir o seu negócio.

Para uma conta eficiente, não deixe de colocar nenhum custo ou gasto em seu cálculo.

Anote cada saída, valores de custo dentro da empresa, contas fixas e também os gastos pessoais, até mesmo com coisas do dia-a-dia.

Ao final, você saberá qual o valor mínimo que precisa ganhar com sua empresa para, ao menos, cobrir todas as saídas sem ficar com dívidas.

A partir disso, você poderá projetar o lucro desejado no seu empreendimento. Todo valor que ultrapassar dos gastos é o seu lucro.

Se a diferença entre gastos e ganhos estiver pequena, estude métodos para cortar algumas contas na empresa ou em sua vida pessoal.

E elabore também um plano para aumento de vendas ou otimização de preços. Dessa forma, você conseguirá projetar os seus ganhos, organizando as finanças de sua empresa e as suas finanças pessoais.

Considere separar as contas bancárias de empreendedor e empresa

Caso você esteja tendo muita dificuldade em sua organização financeira em relação a separar os gastos pessoais dos empresariais, considere separar as contas bancárias dos dois.

Ao abrir uma conta pessoas e outra para o CNPJ, você poderá manter na conta da empresa todos os ganhos, e designar uma parte para sua conta para pagar despesas pessoais.

Desse jeito, você corre menos risco de gastar além do que está ganhando e desequilibrar o lucro do seu negócio.

Com a inovação atual do mercado em relação a startups de bancos digitais, ficou muito mais fácil conseguir separar as contas e até mesmo ter um cartão para cada uma.

Desse modo, você pode organizar o seu cartão pessoal para pagar seus gastos, e o cartão da empresa para pagar os custos do seu negócio.

Assim fica muito mais fácil ter a visão das saídas para fazer um bom plano de negócios em busca de lucratividade.

E o melhor de tudo, existem bancos digitais totalmente livres de tarifas e taxas de serviço, tanto para conta física e para jurídica.

Ou seja, você poderá melhorar sua organização financeira sem custo nenhum a mais!

Se você gostou dessas dicas e gostaria de estar sempre por dentro das melhores estratégias para sua carreira de sucesso, não deixe de acompanhar o blog do Cadastro Empresa!

Foi demitido – Saiba o que fazer

A economia do mundo gera muita incerteza para os nossos dias. Todos nós já passamos por diversos empregos buscando melhores condições, ou então devido à crise que que se instalou no país, que acaba afetando a empresa no qual trabalhamos, e por consequência perdemos o emprego.

Perder o emprego gera uma situação extremamente incômoda, mas qualquer pessoa está sujeita a isso, seja o jovem ou de idade mais avançada, solteiro ou casado. Enfim, qualquer pessoa pode passar por isso, e é necessário colocar os pés no chão para dar a volta por cima desta situação.

Inicialmente você precisa saber quem tem direito ao seguro desemprego pode procurar as agências do governo para darem entrada no seguro desemprego e ter seus benefícios assegurado após a demissão. Após você ter feito a analise e ter dado a entrada, é hora de partir para o Agendamento seguro desemprego.

Agora leia o artigo até o final, e veja algumas dicas valiosas para conquistar sua próxima vaga de emprego.

demissao do emprego

Comece montando um Plano de Ação

Administre sua rotina montando um plano de ação para se recolocar no mercado de trabalho. Procure empresas que apresentam oportunidades compatíveis com seu perfil. Isso exige disciplina e atitude, como estabelecer um período com prazos e metas. Desta forma você se mostrará um profissional extremamente estruturado e não se acomodou.

Currículo

Reveja, resuma, insira objetividade, brevidade e clareza. Encaminhe a todas as pessoas que possam ter interesse no seu perfil profissional. Não se esqueça das organizações de Recrutamento e Seleção como a Catho por exemplo, que podem intermediar boas oportunidades. Cadastre seu currículo nos principais sites de vaga de emprego e empresas na internet. Envie currículos personalizados para cada oportunidade:

Procure atualização também sobre sua área, seja em livros recentes, revistas e periódicos, palestras, cursos.

Para fazer um currículo, você pode utilizar programas de texto, ou mesmo existem websites que ajudam nessa tarefa.

Você precisa definitivamente de um perfil na rede de contatos profissionais LinkedIn. Conecte-se com donos das empresas, e amigos de trabalho, família e conhecidos, e colecione referências e recomendações. Mantenha este perfil sempre atualizado.

Hoje em dia, a maioria das empresas dispõem de um website onde você pode integrar a aplicação para um trabalho online. Verifique ainda se a mesma pede que você encaminhe um e-mail com seu currículo ou mesmo o link de seu perfil no LinkedIn.

Prepare-se para as Entrevistas

O momento da entrevista é o mais temido por muita gente, mas com calma é possível se sair bem, e conquistar o emprego. Veja algumas dicas:

  • Esteja ciente de tudo o que está escrito no seu currículo, pois as informações inseridas ali, será muito útil no momento da entrevista.
  • Durante a entrevista você pode se deparar com algumas questões difíceis de responder, como quais são seus pontos fortes e fracos. Ou então, o que houve com o seu emprego anterior. Porque esta vaga seria ideal para você.
  • Antes da entrevista procure saber mais sobre a empresa. Como é sua forma de trabalhar, os produtos que ela oferece ao mercado, ou até mesmo detalhes sobre a vaga.
  • Caso você encontre alguma informação importante que possa te ajudar no processo de seleção, anote para usar no momento da entrevista.
  • Essa é a dica mais valiosa. Seja honesto não só na entrevista, mas no seu currículo também. Muitas pessoas cometem o erro de inserir informações não verdadeiras, só para conseguir conquistar mais vagas. Porém, se esquecem que quando contratado, suas aptidões e experiências serão provadas. E isso pode levar a outra demissão. Seja honesto!