Manutenção de Bombas de Incêndio

Bombas de Incêndio

A manutenção em bombas de incêndio é imprescindível porque além de ser um equipamento de segurança para instalações, seja residencial, comercial ou industrial, irá manter o devido funcionamento do sistema de proteção contra incêndio. Contribuindo também para a durabilidade dos equipamentos e evitando possíveis paralisações no funcionamento.

Bombas de Incêndio

Além disso, ajuda a preservar a durabilidade dos equipamentos instalados, reduzindo os gastos com manutenções corretivas e, consequentemente, evitando a interrupção do sistema. Afinal, ninguém quer correr riscos potenciais mais agravantes, e tendo como consequências disso um incêndio, independentemente se serão de pequenas ou grandes proporções.

Outro fator importantíssimo para manter sua manutenção em dia é adotar as normativas proposta pelos bombeiros, que devem ser executadas a cada 3 meses, a fim de assegurar que a Brigada de Emergência encontre a bomba de incêndio em perfeitas condições de funcionamento. Mas, lembre-se, para esse tipo de serviço é extremamente crucial ser realizado por uma empresa autorizada.

Mas, não devemos apenas nos preocupar com a manutenção de bombas de incêndio. Por essa razão, vamos abordar também sobre o sistema de combate a incêndio, outro aspecto relevante que necessita de manutenções periódicas. Afinal, ter toda uma estrutura instalada não garante 100% de eficácia, e sim, prezando com cuidado e respeito em relação à manutenção desse sistema.

  • Casa de Bombas

Devem ser testadas periodicamente. Não necessariamente pela SESMT (Segurança do Trabalho), pode ser por uma terceirizada, ou até mesmo pela própria manutenção da empresa fornecedora, mas é extremamente crucial que a segurança do trabalho esteja envolvida.

Uma dúvida frequente é se a casa de bombas funciona no modo manual. Para isso, precisa ser realizado simulados. O importante é estar efetuando sempre esse tipo de acompanhamento.

  • Registros

Outro problema recorrente são as válvulas e os registros para abertura e passagem de água dos hidrantes e sprinklers. Por isso, devem ser inspecionados e lubrificados, principalmente  os que acabam ficando em áreas externas, pegando chuva e sol, e com o tempo vai oxidar.

  • Sprinklers

Como já antecipamos, também é pertinente ficar bastante atento em relação aos sprinklers. Testando e avaliando os detectores de fumaça com frequência.

  • Alarmes

Se programe e tire um dia para verificar o funcionamento de cada ponto de alarme. Outro aspecto importante também é ir até a central de alarme, geralmente na portaria, para constatar se está tudo certo.

  • Caixa d’água

Normalmente, todo sistema costuma ter uma reserva técnica, ou seja, uma reserva de água separada em caso de incêndio. Mas vale salientar que essa reserva é única e exclusiva para incêndio e não para realizar limpeza, algo comum, infelizmente. Porque esta ação pode acabar custando o patrimônio ou até mesmo a vida das pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *