Os Cachorro Vira-Lata Podem Ter as Mesmas Características de Cães de Raça?

Um laboratório nos Estados Unidos da América faz exame D.N.A de seres humanos e cães com o objetivo de saber qual a origem do D.N.A analisada, em relação aos cães é considerado padrões que foram estabelecidos desde o século XVII, quando pesquisadores começaram a separar características que resultaram em padrões de raça utilizados até hoje [ Veja! Postagem Sobre Publicação da Revista Superinteressante- Blog do Meu Querido Vira-Lata].  

Todo brasileiro já deve ter tido um vira-lata, e muitas vezes percebemos que nossos cãezinhos são muito parecidos com cães de raça, com pelos macios como os poodles ou pequinês, é comum também os cães vira-latas ter olhos claros como o Husky Siberiano, o conjunto de todas as características de determinada raça faz com que os cães se aproximem mais do parentesco com os cães de raça.

 Porém mesmo com muitas das características de cães de determinada raça os padrões do pedigree ainda consideram o parentesco pais, mães e avós importantes para a emissão da comprovação de determinada raça. 

filho cachorro vira lata

O que é levado em consideração ao analisar o DNA dos cães? 

Para se obter o pedigree do animal um fator ainda muito importante é o parentesco, mesmo que o cão apresente características de determinada raça a sua origem genealógica ou parentesco deve ser considerados para se obter o pedigree. 

O exame de D.N.A para saber qual a raça do cachorro pode ser realizada em duas ocasiões para se obter uma certeza do parentesco ou como no caso do laboratório nos Estados Unidos da América por simples curiosidade para saber a origem do cachorro. 

No Brasil é comum a realização do exame D.N.A em cães quando a dúvidas sobre o parentesco do cachorro, desta maneira confirmada todas as características de determinada raça é possível confirmar que o cão faz parte de uma ninhada de cães de determinada raça.

Quais outras possibilidades para o exame de DNA? 

O exame DNA também determina a presença de gens como o do nanismo [Veja! Postagem Raças Determinadas Por Gens- Blog do Meu Querido Vira- Lata], cientistas acreditam que a busca por cachorros pequenos tenha alimentado este gen que não é mais bem visto pelos criadores. 

No passado não era possível saber porque um cachorro era pequeno, na atualidade já é possível através do exame DNA saber se um cão é pequeno porque apresenta genoma da raça ou se esta é uma característica, por isso o genoma do cão anão não é mais aceito pelos criadores. 

Os cães que apresentam genoma de cães anãos não podem ser considerados toys ou mines, são cães pequenos, também como a presença deste genoma pode causar anomalias é aconselhável que o cão com o genoma anão de uma ninhada seja castrado para não apresentarem problemas nos filhotes.  

Conheça! Blog do Meu Querido Vira-Lata